Cory Monteith Brasil Home Galeria Cory Monteith Equipe Contato WWW

30 de mai de 2012

Entrevista no Project Limelight


No dia 25.05 também Cory deu uma entrevista ao site Metro enquanto estava no Virgin Unite and the Re*Generation Movement. Confira abaixo:
Aos 30 anos, Cory Monteith esta cantando baladas no sucesso da comédia musical Glee, ele era um jovem problemático lutando com o vício das drogas e as questões que muitas vezes vêm com por um lar desfeito.
Estes dias ele é um embaixador do RE* Generation, a iniciativa de ajudar os jovens sem moradias apoiado pelo Virgin Unite, do Grupo de Richard Branson.

Metro: Como você se tornou um embaixador para o RE* Generation?
Cory Monteith: Eu comecei com RE* Generation em nome da Virgin Unite há três anos em Toronto, algo assim, é um problema nacional do Canadá a concientização dos jovens desabrigados: quantos jovens desabrigados existem no país. É uma nação desenvolvida, rica, realmente. Isso não deveria ser um problema.
          Clique em "Mais Informações" para continuar lendo.


M: É você viu um crescimento em Vancouver Island?
CM: Claro. É estranho crescer em um lugar como Victoria. É lindo. É um cartão postal, com todos esses turistas vindos de todo o mundo para ver esta bela cidade, você sabe, pequena cidade em miniatura britânica, e você tem crianças dormindo nas ruas e outras em sacos de dormir nas entradas. Não parece congruente, isso não funciona, não parece certo. Não é uma questão de recursos ou capacidade para resolver o problema, é apenas uma questão de encontrar as pessoas que realmente querem fazer algo sobre isso.
M: O que o Project Limelight significa para você pessoalmente?
CM: Essa é a mesma mulher (Maureen Webb, co-fundadora do Project Limelight), o mesmo programa sob uma forma diferente, que me fez começar e acendeu a minha paixão pelas artes. É a razão pela qual eu comecei a atuar, por isso o meu coração está próximo a este programa porque as crianças são inspiradoras e fazem algo diferente. É de valor inestimável e que une as pessoas e mantém as pessoas longe dos problema. Ela fez isso por mim.
M: Como assim?
CM: Eu comecei a freqüentar aulas de teatro uma vez por semana no Studio Red Room (em Nanaimo), que é o Project Limelight quando eu tinha 19 anos, e era aquelas as primeiras aulas quando comecei a ler estas peças e começei a fingir ser outra pessoa. Meu primeiro professor de atuação que conheci foi através do programa, Andrew Mcllroy, disse: ‘Você sabe, você é bom nisso. Você deve manter, ver até onde vai ‘, e eu nunca fui bom em nada até aquele momento. Então, foi uma espécie de um novo começo para mim, e é o começo de algo para todas estas essas crianças, também.
Fonte 

Nenhum comentário:

Postar um comentário